Investigação Conjugal

A presença de uma relação extraconjugal deixa claramente visível o desvio de conduta do parceiro (a). – Tão breve este desvio de conduta seja identificado o parceiro (a) deve tomar providencia para evitar que o sofrimento que a parte lesada esta sentindo mediante esta questão ultrapasse os limites e acabe envolvendo os filhos e outros familiares. –Quando noivos o esclarecimento da suposta traição acaba por evitar uma relação de futuro incerto, evitando sofrimento a ambos.

A investigação conjugal é um serviço extremamente delicado, as duvidas a serem sanadas não poderão ser incertas as informações passadas por nossos profissionais vão fazer a diferença entre o casal e poderá alterar a estrutura inteira da família; para quebrar quaisquer possibilidades de erro, nosso profissional passa a registrar e detalhar o dia a dia do investigado através de foto, vídeo e áudio.

Tentamos valorizar o tempo, seja ele de noivado, namoro ou casamento; impedir que uma relação extraconjugal inconseqüente de alguma oportunista destrua sonhos e uniões que devem ser cultivadas.

 

DICAS PARA IDENFICAR O DESVIO DE CONDUTA.

1 – A necessidade repentina de um espaço individual. Antes, o casal compartilhava tudo, saíam sempre juntos, o tempo todo. De uma hora para outra, surge esse desejo de estar com os amigos, de ter mais liberdade. O cônjuge torna-se persona non grata em certos ambientes, ou seja, não é bem-vinda.

2 – As reuniões no trabalho se intensificam, os horários se estendem até mais tarde e o fim de semana muitas vezes é incluído nessa agenda “atribulada”.

3– O interesse por roupas ou objetos novos aumenta. É comum o companheiro chegar em casa entusiasmado com produtos modernos e muitas vezes mais caros do que comprava habitualmente.

4 – Amigos antigos são resgatados. E os encontros com eles tornam-se freqüentes. Obviamente o cônjuge não faz parte desse compromisso.

5 – A irritação e o estresse fazem parte do seu dia a dia. O companheiro não consegue ter a mínima paciência para ouvir o outro, para estar perto dele.

6 – O cônjuge também pode mudar bruscamente de comportamento: pode mostrar-se mais amável do que o normal, carinhoso, afetuoso, generoso. Se nunca comprava presentes, agora é o próprio Papai Noel!

7 – O celular tornou-se motivo de constrangimento para o seu companheiro. O que antes era algo natural, hoje o toque do aparelho o deixa nervoso. Ele prefere atender à chamada sem ninguém por perto.

8 – Ligar para o marido ou esposa fora do horário do expediente é inútil; ele(a) dificilmente atende às chamadas.

9 – Houve uma variação no desempenho sexual do seu parceiro. Em alguns momentos ele se mostra desinteressado do sexo por estar ocupado ou muito cansado; em outros, comporta-se de maneira afoita, como se quisesse provar algo, talvez um falso desejo, para que o cônjuge não desconfie da traição.

10 – As preferências por perfume, música, programas televisivos vêm mudando radicalmente. Da fragrância amadeirada para a selvagem, do estilo clássico para o pop, dos telejornais para os esportivos. Essa diferença toda de uma hora para outra é muito estranha….

11 – Há quem comece a considerar o custo de vida alto demais e insista com a família para que se faça economia. Já que ele(a) está precisando gastar muito fora.

12 – Aquele que está traindo tem a preocupação em apagar as mensagens trocadas com o outro pelo celular, e- mail, whatsapp.… Portanto, tentar “descobrir” a infidelidade do companheiro através desses recursos não é a solução para o seu casamento.

Acima estão somente alguns detalhes que faz a diferença entre a tristeza e a felicidade.

Caso haja alguma atitude de seu parceiro que esta lhe deixando com duvidas, contate-nos que será um prazer poder ajudar.